27 de maio de 2009

voltar...

Sem que para mim, tenham qualquer valor este tipo de situações, até porque estaria a alimentar o “ego” de quem as provoca. Não posso deixar de comentar, o que também é raro em mim, as atitudes que tenho vindo a verificar na nossa “esfera”, de quem procura, pelos Blogues, partilhar prazerosamente com as suas palavras e gosto pela escrita, os seus sentires e saberes mas que, acabam por desistir porque, foram confrontados com comentários que, apenas têm como intenção, desfazer maldosamente, o conceito de Amizade. Provavelmente terão razões para tal ou não mas, com a fraqueza dos destinatários, conseguem os seus objectivos.

Nestas minhas palavras, que não são dirigidas a essas pessoas “bloguistas”, que respeito, mas escrevem ou comentam, negativamente, procuro sim, encontrar os Amigos e, sejam eles visitantes habituais ou não, do meu blogue, no sentido de, respeitosamente, lhes pedir a força suficiente para ignorarem e, voltarem.
Voltarem ao seu prazer, como bloguistas, continuando a oferecer as palavras a que sempre nos habituaram, contribuindo, assim, para o enriquecimento da nossa cultura geral, em tudo diferente na expressividade mas igual, no contexto de um saber viver, em Amizade.

Sei, por experiência própria, embora não desistente, que é desmotivante. Agora, mais frustrante será, permitir que se desfaça um prazer já conquistado ou, outro, no seu início. É aqui que eu, e repito, com o devido respeito, “empolgo” os Amigos que se afastaram, fechando o seu blogue, a que pensem, façam o juízo da importância que têm as Amizades conquistadas e voltem. Retomem o vosso Escrever. O vosso valor é, em maior número, apreciado.

Todos sabemos que muitas destas Amizades se contactam, também, por outros meios.
Na verdade, a Amizade não se apagou. Mas, lembrem-se daqueles que só através dos blogues, tinham o contacto convosco, que vos liam e comentavam. Esses, deixaram de vos ter, graças aos que continuam a desfazer outros tantos e, aí, vocês tornam-se cúmplices.

Um último apontamento:
Tinha e tenho, um poema que está feito e era para o publicar, hoje.Preferi lembrar-me de vocês que, massacrados, por esses “bloguistas” negativos, estão afastados. Peço-vos que voltem e ignorem o que é Negativo.

9 comentários:

Whispers disse...

Olá Sérgio!

Lindo o teu post,me tocou no fundo

Eu já fechei um blog por causa de comentários negativos

Me afastei pra não magoar ninguém,pra não ser estúpida e mal educada,mas hoje sei que errei

Pois através do blog fiz muitos bons amigos, pra mim amizade não tem nada a ver com o virtual.

Somos pessoas que simplesmente não nos conhecemos pessoalmente
Mas aqui se aprende a amar e conhecer a alma dos nossos leitores e de quem nós lemos
Mas existe sempre alguém que esta tão mal com a vida que anda de blog em blog a deixar comentários negativos.
Somos o espelho da nossa alma, só damos aquilo que temos pra dar, se essas pessoas não tem melhor, não podem dar melhor
Jamais alguém devia fechar o blog por causa de comentários negativos,mas sei que doí os ler.
Eu não visito muitos blogs,tenho a minha lista de blogs no Whispers,o qual esta o teu blog também.
Eu vim ao teu blog através do blog da Graça,confesso que adorei,te deixei um comenta rio e passei a visitar o teu blog o qual tenho muito prazer em o fazer
Junto minhas forcas com as tuas e digo a essas pessoas que estão a se afastarem por motivos de negativos comentários que não o façam.

Se elas se afastarem só estão a dar Vitória as pessoas que São tão miseráveis que tem que deitar magoa na vida dos outros

Desculpa meu comentario ser tão grande,mas como já falei, teu post me tocou, porque também já fui afetada

um beijo em teu coração
E viva a amizade seja ela distante ou perto,feliz daquele que sente o calor do outro ser humano em seu coração

Rachel

Secreta disse...

Pois é , uma grande verdade esta. Infelizmente vemos muitas pessoas a desistirem deste "Gosto" que é ter e escrever num blogue por causa de comentários precários e maldosos. Nem todos são capazes de se manterem indiferentes a quem de facto não importa.
Espero , que um dia estas situações terminem, sinceramente.
Beijito.

TristãoeIsolda disse...

Estamos contigo neste apelo.
Nunca devemos deixar que a maldade nos vença.

Usar de indiferença para quem nos quer destruir e seguir com os nossos objectivos pelo caminho do bem e da partilha.


Abraço

Multiolhares disse...

Estou de acordo contigo, no entanto todos nós temos de nos encontrar preparados para os bons e os maus comentários, não podemos esperar que todas as pessoas estejam de acordo com o nosso pensamento, até porque as pessoas que estão traz de um Pc são as mesmas que habitam a esfera terrestre, pessoas como nós com coisas boas e menos boas, então há que ser paciente, e estar certo dos nossos propósitos, se construímos estes espaços e porque gostamos de escrever e partilhar.
Bj

AnaMar (pseudónimo) disse...

Obrigada por palavras tão positivas e acolhedoras.
Mas eu não desisti. Nunca desisto. Estou só afazer um intervalo. Porque não me preocupam comentários, menos simpáticos, ou negativos. Mas amizades que julgámos ter feito e depois se tornam num pesadelo. Estou só a dar um tempo.
Mas continuo a ler-vos. E a escrever.
Até breve.
Bj

Graça disse...

Sabes, querido Sérgio? Tal como dizes no início, para mim, este tipo de situações não tem mesmo qualquer valor. Não escrevo para comentários... escrevo porque gosto e para mim. Agradeço todas as palavras que me deixam, quer sejam melífluas, quer sejam cítricas... o resto não me importa. De certeza, que essas pessoas nada têm de interessante na vida para fazer.

Um beijo de boa noite

Fa menor disse...

Não são só os comentários maldosos e desfocados que desmotivam...
por vezes o passarem a ignorar-nos sistematicamente, sem sabermos a razão, depois de um longo tempo de convívio, dói muito mais... é claro que nem sempre há disponibilidade de andar a fazer comentários em todos os blogues pelos quais passamos, mas um comentário de vez em quando, para que se saiba, ao menos, que lemos, não custa assim tanto...

Mas quem não erra que atire a primeira pedra.

Desculpa alguma coisa da minha parte.

Bjinhos

Efigênia Coutinho disse...

Sérgio, aqui cheguei neste dia que vai tomando corpo dentro do Universo, e leio um texto de alto comteúdo, onde você se deixa dentro duma verdade verdadeira para todos, reat-me me render a sua solitude, onde se desprende do "ego" para que o mundo lhe compreenda na realidade vivida, sentida.
Foi sim, um amanhecer renovado dentro do seu importante texto, meus cumprimentos,
Efigênia Coutinho
escritora

GarçaReal disse...

Concordo contigo e acho que devemos sem dúvida ignorar minorias....

Bjgrande do lago