17 de maio de 2009

palavra...


Digo e convenço-me de que as PALAVRAS são Sinónimo de Sentimentos.
Na infelicidade de surdos/mudos, os gestos... são Palavras esclarecidas.
Como se pode ficar indiferente que em pleno século XXI, ainda se conheça e admita a palavra "Analfabetismo"?
Que exista o Desgosto de um "não saber" escrever, o seu Nome?
...
Uma Palavra, é o "Retrato e a Verdade de um Ser".


17 comentários:

O Profeta disse...

Um Violoncelo reage ao toque
Vibram as cordas, solta-se a melodia
Das mãos escultoras das notas
Saem afagos de sonora magia

Uma alma reage aos acordes
Um coração bate ao compasso
Uma voz entoa dolentemente
Um corpo deseja o abraço


Bom domingo



Abraço

GarçaReal disse...

A palavra

Com a palavra tanto dizemos, tanto percorremos, tanto escrevemos.
Nós neste mundo do virtual que comunicamos com a palavra escrita.

Tanto haveria para dizer sobre a palavra

Com poucas mas sentidas palavras de desejo uma boa semana

Um bjgrande do lago

delaRosa disse...

Me encantan tus palabras, Sérgio.. absolutamente todas porque salen de tu alma, tanto aquí como en los comentarios que haces en los blogs amigos. Y.. tienes mucha razón: "Las palabras son sinónimos de los sentimientos".

Besos con el calor del sol y el aroma de las rosas.

Multiolhares disse...

Tanto podemos fazer com as palavras tanto para bem como para o mal, quanto ao analfabetismo por vezes convêm a muita gente a não cultura é mais fácil a manobra
beijos

Graça disse...

Eu gostei mesmo foi da "arrumação" das palavras que escolheste...

São tudo isso, as palavras... felizmente que as temos.


Um beijo meu, querido Sérgio

f@ disse...

Sérgio,

Tb brinco contigo como quem reclama... e me en canto no espanto.... das palavras que semeias e recolho frutos...

imenso beijinho

teresa disse...

Bonito post e bonitas palavras :)

As palavras são sinónimo de sentimentos, se bem que há sentimentos que não precisam de palavras...basta um olhar, um gesto, um sorriso...mesmo para aqueles que não são surdos, mudos ou analfabetos.

Ao ler este post lembrei-me de uma reportagem que vi há tempos na tv...Uma senhora, com 87 anos, estava pela primeira vez na escola a aprender a ler e a escrever...escreveu o seu nome e leu duas ou três frases de um livro...

Quando a repórter lhe perguntou o que sentia naquele momento, ela respondeu:
"Não tenho palavras"...
e não precisava, sentia-se a sua felicidade no olhar e no sorriso que fez.

Beijo :)

Beatriz disse...

ola Sergio.
Boa noite!
É incompreensível sim,como ainda existe tanto analfabetisno...
como deve ser triste querer ler e nao saber...
querer escrever e nao saber como...

Venho deixar em palavras escritas e sentidas,
um beijo junto do meu sorriso!
Com carinho!
Bes

Anónimo disse...

Querido Sérgio...

Palavras ditas e por dizer...
Palavras que dão vida e palavras que matam...
Palavras... em turbilhão...

E definha a vida... quando se acabam as palavras...

Beijo grande...

Alice Matos disse...

Sérgio...

Palavras são, sim, muitas vezes, espelho da alma...

Mas há também palavras vazias de sentimento... sem nada... apenas letras juntas por regras ortográficas...

Deixo-te o meu carinho em verdade escrita por palavras...

Sou só mais uma pessoa neste mundo cheio de pessoas disse...

Eu não sei quem eu seria sem as palavras. Sem poder expressar os meus sentimentos da melhor maneira possível: colocando-os no papel...

Vieira Calado disse...

Gosto desse tipo de exercício,

esses experimentalismos.

Acontece que também os pratico.

Um abraço.

Sol da meia noite disse...

Palavras...
Letras que desenham o sentir.

Beijinho *

Apenas Claudia disse...

Gostei muito do seu blogue!

Fa menor disse...

"São como um cristal,
as palavras.
Algumas, um punhal,
um incêndio.
Outras,
orvalho apenas.

Secretas vêm, cheias de memória.
Inseguras navegam:
barcos ou beijos,
as águas estremecem.

Desamparadas, inocentes,
leves.
Tecidas são de luz
e são a noite.
E mesmo pálidas
verdes paraísos lembram ainda.

Quem as escuta? Quem
as recolhe, assim,
cruéis, desfeitas,
nas suas conchas puras?"

Eugénio de AndradeFeliz tarde de Ascenção...
:) Obrigada!!!

Beijos

AnaMar (pseudónimo) disse...

Excelente conjunto de palavras, e uma palavra que não deveria existir!
Bj

frAgMenTUS disse...

eu adoro palavras, poéticas...

já heidegger dizia que "a linguagem é a casa do ser" e, portanto, é de lamentar q há quem não utilize, de forma mais plena, a palavra - não só para escrever o seu nome mas, tb, para es inscrever no mundo de um modo + digno!

gosto das tuas palavras. grata.um sorriso